Investimento automatizado: será que vale a pena?

Publicado por trademachine em julho 1, 2019

Investir em aplicações de Renda Variável pode ser lucrativo, mas também muito trabalhoso. Para quem não tem tempo ou conhecimento para acompanhar os índices do mercado hora a hora, essa opção torna-se praticamente inviável. Mas isso muda com o investimento automatizado.

Com essa nova forma de investir, é possível operar na Bolsa com mais facilidade, praticidade e embasamento técnico. Mas você sabe como essa novidade funciona? Será que ela é indicada para o seu perfil de investidor?

É o que vamos descobrir!

O que é o investimento automatizado?

Quando alguém que vive de trade opera na Bolsa, costuma usar algumas estratégias particulares. Por exemplo, quando o dólar cai a menos de R$ 3, o investidor compra $1.000 dólares porque sabe que há uma grande probabilidade de a moeda americana valorizar no futuro e ser negociada ao redor dos R$ 3,50.

Essas estratégias ajudam a guiar o pensamento dos investidores durante seus trades. Porém, para que elas sejam executadas, é preciso que o investidor esteja na frente do computador, fazendo as operações em tempo real.

O investimento automatizado acontece quando essas estratégias são realizadas por automações de investimento – os robôs traders. Porém, estes robôs não são como os personagens de Blade Runner, Wall-e ou de Star Wars.

Eles são algoritmos que sabem como ler a movimentação de certos índices ou ações na Bolsa de Valores e executar estratégias parametrizadas para tentar obter o máximo de lucro possível ao cliente.

Quando as automações chegaram ao Brasil?

As automações nos investimentos de Renda Variável no Brasil ainda são relativamente recentes, com os primeiros negócios acontecendo apenas em 2015. Porém, muitas mudanças já são sentidas na e no mercado brasileiro.

Uma delas é o aumento de liquidez de muitos ativos, como ações das principais empresas da Bolsa de Valores (Petrobrás, Vale ou Itaú, por exemplo) ou minicontratos (cambiais ou de índices específicos).

Outra mudança significativa que o investimento automatizado trouxe para o mercado brasileiro foi o fechamento mais rápido de janelas de oportunidades de tradings (como o exemplo que demos acima, do dólar despencar e, pouco tempo depois, voltar a subir).

Uma vez que os robôs processam a informação muito mais rapidamente que os humanos, eles aproveitam primeiro essas oportunidades.

Por fim, a aplicação automatizada permitiu a entrada de muita gente no mercado de Renda Variável. Antes, esse era um nicho mais para traders profissionais e especialistas em economia. Agora, profissionais de todas as vertentes, como médicos, programadores ou engenheiros, podem investir com os robôs enquanto continuam no trabalho em horário comercial.

Com a taxa básica de juros (a SELIC) em baixa, os rendimentos fixos tendem a não superar a inflação, por exemplo, trazendo ainda mais pessoas para o mercado de Renda Variável

Por quê fazer investimento automatizado?

O investimento automatizado é uma nova realidade do trade no Brasil e no mundo todo. São mais de $200 bilhões de dólares em investimentos controlados por robôs no planeta.

Mas como eles se tornaram tão populares? Por que as pessoas decidiram confiar as suas economias nesses algoritmos? Citaremos a seguir as principais razões.

Trade mais técnico e rápido

Os valores de ações ou derivativos se movimentam no mercado de acordo com uma série de fatores. Para a maioria das pessoas, pode parecer algo completamente aleatório, mas robôs e traders profissionais conseguem identificar padrões no histórico de variação.

O que os robôs fazem melhor que os humanos é interpretar e responder aos padrões de maneira mais rápida e técnica. Suponha que o algoritmo é programado para acompanhar a cotação do dólar, especialmente em um padrão que varia de R$ 3,67 até R$ 3,75.

Quando o robô detecta uma tendência de queda e o dólar começa a se aproximar dos R$ 3,67, ele pode comprar um minicontrato da moeda e segurar até subir novamente aos R$ 3,75, daqui a uma ou duas horas, ganhando um lucro no Day Trade.

A capacidade de processamento do algoritmo permite que ele tome essas decisões técnicas em frações de segundo.

Ausência do lado emocional

Imagine que você investe em um derivativo de dólar às 6 da manhã na expectativa que a moeda suba, e você consiga, digamos, 5% de lucro nessa operação.

Então, o mercado vira-se contra sua estratégia e a moeda despenca.

Você ficaria com medo e venderia sua posição?

Talvez sim, talvez não. É muito comum deixar o lado emocional falar mais alto ao fazer operações na Bolsa de Valores, prejudicando a tomada de decisões racionais ao lidar com cada ativo.

A vantagem dos robôs é que eles não sofrem com variações emocionais e não ficam com medo, desanimados ou desesperados com distorções no mercado. Eles consideram cada ponto racionalmente e tomam decisões técnicas, pensando no melhor para cada conta.

Múltiplos mercados para investir

Uma das vantagens do investimento automatizado é a capacidade de agir em múltiplos mercados ao mesmo tempo. Ou seja: no mesmo momento em que você negocia ações de uma empresa de tecnologia, está comprando e vendendo contratos de mineradoras.

Isso aumenta a diversidade da sua carteira de investimentos, sem aumentar a carga de trabalho ou a dificuldade na análise dos dados.

Praticidade no investimento

Claro, uma das grandes vantagens de usar um robô investidor nas suas aplicações é a praticidade. Mesmo quem não tem tempo para acompanhar hora a hora as flutuações do mercado pode conseguir uma boa rentabilidade colocando o algoritmo para negociar enquanto está no trabalho em horário comercial.

Como aplicar com robôs investidores?

Para conseguir fazer um investimento automatizado, o trader precisa de alguns elementos específicos em mãos.

O primeiro deles é ter conta em uma corretora que tenha um terminal MT5 (MetaTrader 5) e permita a instalação de robôs traders para fazer negócio. Atualmente, existem muitas corretoras com essas características no Brasil (como a Modal, XP e a Rico, por exemplo).

O segundo elemento é um robô investidor, claro. Ele pode ser um white box, que é customizável pelo usuário para ser adaptado à sua estratégia, ou um black box, já parametrizado e com configuração fechada.

Outra possibilidade é atuar com um portfólio de robôs, que reúne vários algoritmos diferentes, cada um atuando em um segmento do mercado ou com uma configuração diferente para não haver correlação de atuação.

O ideal é tentar contratar um robô ou portfólio com alta taxa de acertos, para garantir as maiores probabilidades de ter lucro com o investimento. Algoritmos com mais de 80% de acertos são os mais indicados.

Onde investir com robôs traders?

Com os robôs escolhidos e a conta na corretora criada, o que resta é colocar a estratégia para funcionar. Mas onde fazer isso? Existem basicamente dois grandes mercados disponíveis: o nacional e o internacional.

No nacional, seu robô trader operará na Bovespa, durante os horários dos pregões (das 9:30 às 18h). Já no internacional, a operação acontecerá no Forex, que transaciona mais de $5 trilhões de dólares diários com atores do mundo inteiro, funcionando 24 horas por dia de segunda à sexta-feira.

Seja no mercado nacional ou internacional (ou mesmo em ambos), o importante é ter ao seu lado uma empresa que ofereça suporte e ajuda profissional para que você possa colocar os melhores robôs para realizar um investimento automatizado por você. Assim, é possível aumentar as probabilidades de ter uma boa rentabilidade nas suas operações de Renda Variável.

E aí, o que achou do investimento automatizado? Ficou interessado e quer saber mais informações sobre o assunto? Que tal conferir o nosso site e conhecer as opções de robôs que temos disponíveis para você?

Categorias: Estratégias

Posts relacionados

Imagem post - Entenda como as crises afetam o comportamento dos investidores

As crises podem servir como uma grande lição para nossas atitudes no presente. Ao pensarmos em 2008, por exemplo, crise que resultou na diminuição de patrimônio, renda e oferta de Leia mais...

Imagem post - Giro Semanal – 26/10/20

Fique com o Giro Semanal - 26/10/20 e se mantenha atualizado.

Ibovespa fecha em alta

Leia mais...

Imagem post - TradeMachine e Terra Investimentos: Uma parceria acima da média

Com o objetivo de popularizar a metodologia quantitativa de investimentos no Brasil, TradeMachine e Terra Investimentos fecham parceria 

Leia mais...