O que é Mercado Financeiro?

Publicado por trademachine em dezembro 30, 2019

Você prometeu que mudaria de vida e começaria a investir, além de tentar compreender o Mercado Financeiro.

Pois bem, o ano novo já começou e nós podemos te dar um empurrãozinho.

Tentaremos ser bem didáticos e objetivos. Vamos nessa! 

O que é Mercado Financeiro 

O mercado financeiro é um espaço de negociação de produtos financeiros. Mais especificamente, um universo que envolve operações de compra e venda de ativos financeiros (ações).

Exemplo: Valores Mobiliários (ações, obrigações), Mercadorias (commodities) e câmbio. 

Quem atua no Mercado Financeiro?

É possível dividir os participantes em três categorias:

  • Emissores
  • Investidores 
  • Intermediários 

Ou seja, cada um deles possui um papel determinado dentro do Mercado Financeiro. A seguir, abordaremos cada um deles.

1 – Emissores

Quem são eles? Os Emissores representam as instituições que emitem títulos.

Que títulos?

Títulos de crédito, títulos da dívida pública, títulos de valores mobiliários. 

Com as possibilidades oferecidas pelo mercado financeiro, os emissores buscam o dinheiro de investidores para poder financiar seus projetos. 

Como eles fazem isso?

Essas instituições abrem o seu capital para o mercado por meio da
Bolsa de Valores e o governo emite títulos públicos por meio do Tesouro Direto.

Ou seja, de maneira resumida, as empresas emitem títulos para que os investidores ofereçam dinheiro em troca deles. 

2 – Investidores 

Os investidores são aqueles que trocam dinheiro pelos títulos que as instituições oferecem (lembrar dos emissores). 

Em outras palavras, são os investidores que ajudam os emissores a crescer, emprestando dinheiro ou adquirindo participações.

Podemos dividir os investidores em duas categorias:

  • Pessoas físicas
  • Pessoas jurídicas (empresas)

Apesar da divisão, os objetivos continuam iguais, ou seja, preservar ou aumentar o patrimônio por meio da compra de produtos financeiros. 

3 – Intermediários 

Para que todas essas relações sejam possíveis, é preciso que exista a figura dos intermediários.

Eles são responsáveis por fazer a ponte entre os emissores e os investidores. 

Os principais intermediários do Mercado Financeiro são conhecidos como Corretora de Valores

Também existem outros agentes que ajudam a regulamentar e fiscalizar o Mercado Financeiro.

Falaremos deles a seguir.

Agentes regulamentadores

Banco Central

O Banco Central funciona como uma das principais figuras da economia brasileira. Atua diretamente no controle da inflação e da emissão da moeda. É ele, também, que regula a famosa taxa básica de juros, a SELIC, além de supervisionar o Mercado Financeiro. 

CVM

A CVM, Comissão de Valores Mobiliários, como é conhecida, é uma importante instituição para o Mercado Financeiro. 

O papel da CVM é o de fiscalizar o Mercado de Valores Mobiliários. Esse mercado inclui produtos como ações e cotas de fundos de investimento. 

CMN

O Conselho Monetário Nacional é o órgão máximo do Mercado Financeiro. 

Ele não possui funções executivas, porém, cabe ao CMN normatizar o mercado, criando normas e supervisionando o seu cumprimento. 

O CMN foi o responsável por autorizar a constituição do FGC, o Fundo Garantidor de Crédito.

Bom, você já aprendeu mais um pouco sobre o Mercado Financeiro e quais os seus componentes. 

Agora é a hora de explicar quais são os produtos negociados dentro dele. 

Como já explicamos, a negociação é realizada entre investidores e emissores, com a ajuda dos intermediários.

Afinal, quais são os produtos negociados no Mercado Financeiro?

Se você é alguém que costuma ouvir as notícias do dia, provavelmente já se deparou com alguns nomes que vamos citar agora.

Não se assuste, pode parecer complicado no começo, mas depois a gente se acostuma. 

Existem vários tipos de investimentos para podermos aplicar o nosso dinheiro, entre eles estão:

  • Ações
  • Títulos Públicos
  • ETF’s 
  • Fundos Imobiliários
  • CDB’s
  • Debêntures
  • LCI’s e LCA’s

Para facilitar o raciocínio, imagine cada um dos tópicos acima como uma mercadoria comercializada no Mercado Financeiro. 

Como existem muitos produtos e cada um com suas especificidades, podemos dividir o Mercado Financeiro em quatro ramificações: 

  • Mercado de Crédito
  • Mercado Câmbio
  • Mercado de Capitais
  • Mercado Monetário 

Calma, não se assuste!
A seguir, vamos explicar cada um deles.

Mercado de Crédito

No Mercado de crédito, atuam as instituições financeiras e não-financeiras, que fazem o intermédio das ofertas de curto e médio prazo. Os créditos para consumo e capital de giro também se enquadram aqui. 

Mercado de Câmbio

O mercado de câmbio fica responsável sobre as trocas de moedas estrangeiras por reais. O Banco Central controla e fiscaliza essas operações e determina as taxas de câmbio.

As taxas são definidas a partir da chamada Política Cambial do país. 

Mercado de Capitais

O Mercado de capitais, por sua vez, se relaciona diretamente com os investidores e com a distribuição de valores mobiliários. 

É o lugar da famosa Bolsa de Valores, corretoras e outras instituições responsáveis por fazer a ponte (intermédio) entre os investidores com os diversos produtos financeiros. 

Podemos destacar dois tipos de negociação dentro desse mercado:

  • Negociações diárias entre o emissor e comprador (mercado primário) 

Exemplo: Negociações que envolvem empresas que abrem seu capital para negociar na bolsa.

  • Negociações que envolvem a troca de titularidade (mercado secundário)

Em outras palavras, a maior parte das negociações da Bolsa de Valores funciona assim: os investidores passam a titularidade de um papel para outro investidor no mercado secundário. 

Mercado Monetário

O Mercado monetário é o lugar onde acontecem as operações de oferta de moeda nacional, sem contar o controle de taxas de juros de curto prazo. 

O Banco Central também atua aqui por meio da Política Monetária, fazendo o controle da quantidade de dinheiro que circula, das taxas de juros correntes e da concessão de crédito do país. 

Agora que você já aprendeu um pouco sobre o Mercado Financeiro, está na hora de saber quem são as pessoas que atuam por trás dele. 

Quais são os profissionais do Mercado Financeiro?

Podemos começar com os Agentes Autônomos de Investimentos.

Também conhecido como Assessor de Investimentos, é o profissional responsável pela distribuição e a mediação de títulos e valores mobiliários, cotas de fundos de investimentos e derivativos. 

Sempre como preposto, ou seja, com vínculo exclusivo de representação de instituições integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários, como, por exemplo, Corretoras, DTVMs, Fundos de Investimentos. 

A profissão é regida pela Instrução Normativa nº 497 da CVM e, para atuar regularmente no mercado, é necessário que o Agente de Investimentos Autônomos possua um certificado ANCORD. 

O Agente Autônomo de Investimentos têm conquistado um espaço cada vez maior no Mercado Financeiro ajudando pessoas físicas a investir de maneira mais inteligente.

Trader 

O Trader é também um investidor e ele busca ganhar dinheiro realizando operações de curto prazo. Ou seja, ele busca aproveitar ao máximo a volatilidade do mercado para lucrar…

Simplificando: o Trader é um tipo de profissional que busca ganhar dinheiro comprando e vendendo ações ou outros ativos negociados na Bolsa de Valores. 

Eu também posso investir no Mercado Financeiro?

Com certeza. Mas antes, você precisa descobrir qual o seu perfil de investidor, além dos tipos de investimentos possíveis.

Saber qual o seu perfil de investidor pode te ajudar na hora de escolher uma estratégia de investimento.

Por isso, vamos classificar o investidor em 3 tipos:

  • Conservador
  • Moderado
  • Agressivo

Descubra com qual dos três perfis você mais combina.

Conservador

O investidor conservador é aquele que preza pela segurança de seus investimentos. Por isso, ele pode acabar investindo a maior parte de seus recursos em renda fixa e a menor parte em renda variável

Moderado

O investidor moderado também simpatiza com a renda fixa por motivos de segurança, porém não abre mão de destinar uma parte de seus recursos à renda variável

Podemos dizer que um investidor moderado é aquele que busca alternativas de investimento para distribuir o seu capital.
Resumindo: busca um risco médio e aceitável. 

Agressivo

Por fim, o investidor agressivo é aquele que procura por uma alta rentabilidade. Ele está muito ligado ao mercado de renda variável

Afinal, um investidor assim é capaz de suportar os riscos em busca de excelentes resultados. 

Agora que você já descobriu o seu perfil de investidor, podemos conhecer qual a diferença entre o Mercado de Renda Fixa e o Mercado de Renda Variável. 

Renda Fixa X Renda Variável

Vamos começar pela Renda Fixa.

Renda Fixa

O raciocínio é simples: a renda fixa é um tipo de aplicação que permite ao investidor conhecer os rendimentos no ato da contratação. 

Ou seja, é como se investidor emprestasse dinheiro em troca de uma garantia (juros) definido no momento do empréstimo.

Os títulos de Renda Fixa se dividem em duas formas de remuneração:

Pré-Fixados

Na remuneração pré-fixada, a rentabilidade de um título é definida no momento da aplicação em taxa de retorno anual (ex: 5% ano ano) ou de acordo com o valor do capital no vencimento (ex: R$ 1.000,00 ao vencer).

Pós-Fixados

Os títulos pós-fixados pagam de acordo com a variação de algum índice. Ou seja, o valor real é conhecido somente no final do prazo estabelecido. 

Em resumo, na modalidade de Renda Fixa, o investidor já sabe o quanto e quando vai receber o retorno. 

Mesmo que a empresa quebre ou entre em um período de prejuízo (afinal, ele está emprestando dinheiro e a empresa precisa devolver), o dinheiro deverá ser pago de acordo com o combinado.

O contrário também é válido: se a empresa se destacar no mercado e lucrar mais do que o esperado, o investidor deverá receber somente o que foi acordado.

Renda Variável 

A renda variável segue uma lógica diferente da renda fixa. Ou seja, a rentabilidade de um investimento não pode ser pré-definido. 

Um dos melhores exemplos para ilustrar o Mercado de Renda Variável é o Mercado de Ações, uma vez que o preço das ações muda o tempo todo, refletindo inúmeras variáveis financeiras. 

Quando o investidor compra uma determinada ação, é como se ele se tornasse sócio dela. Assim, a distribuição dos lucros poderá depender da saúde financeira da empresa. 

Outra forma para investir em renda variável é por meio dos fundos imobiliários. 

Exemplo: Você adquire a cota de um imóvel e lucra com o seu aluguel. As quantias são pagas mensalmente e podem variar de acordo com as receitas recebidas com inquilinos. 

Em resumo, a diferença entre as duas formas de investimento se dão na formação dos preços, da rentabilidade e dos mercados.

E aí, qual das modalidades de investimento mais atraíram você?

Se você chegou até aqui, é possível que você esteja pensando agora: 

“Caramba, o Mercado Financeiro é complicado demais”. 

“Vou precisar estudar muito até o momento de começar a investir”. 

Felizmente, já existem soluções tecnológicas para facilitar a vida dos investidores. Mas antes, são necessárias algumas explicações.

A tecnologia é fundamental em nossas vidas. Ela se transformou em um processo natural. O nosso celular, por exemplo, é uma espécie de extensão de nossos corpos. 

Repare: Já não saímos de casa sem a companhia do celular. Por trás de todos os processos (anotações, ligações, fotografias), estão os famosos algoritmos. 

Algoritmos

Podemos definir um algoritmo como uma sequência finita de ações que podem ser executadas para alcançar uma solução para um determinado problema. 

Exemplo:

Para prepararmos um bolo, precisamos seguir uma receita. Se seguirmos a receita da maneira correta, conseguiremos fazer um bolo. Nesse sentido, um algoritmo é simplesmente uma receita. 

Podemos pensar, a partir de agora, que a mente humana não pode dar conta de algumas receitas porque elas são muito complexas. 

Complexas porque envolvem inúmeras variáveis. E aí, como lidar com as dificuldades? 

Para ilustrarmos a problematização acima, podemos citar o exemplo da calculadora. 

A calculadora foi desenvolvida para nos ajudar a fazer cálculos complexos, muito além da nossa capacidade cognitiva.

Existem pessoas que fazem cálculos incríveis sem usar a calculadora, mas elas são raras. 

Imagine, agora, que você é um investidor — lembrando que no mercado existem muitas variáveis — e está tentando encontrar uma receita para saber se vai comprar ou vender um ativo. 

Por mais que você seja um investidor inteligente e tenha um bom conhecimento sobre o mercado financeiro, você ainda não é capaz (e provavelmente nunca será) de dar conta de todas as variáveis possíveis do mercado.

É justamente aí que os robôs (algoritmos) investidores entram no jogo. 

Qual a importância dos robôs para o mercado financeiro?

Os robôs investidores calculam inúmeras variáveis ao mesmo tempo em alta velocidade! Tudo para reduzir os riscos e maximizar os ganhos.

Em alguns países como os Estados Unidos e o Japão, as operações com algoritmos já se tornaram bastante populares.

Somente nos Estados Unidos, 70% das operações são realizadas com a ajuda de algoritmos. 

No Brasil, atualmente, apenas 10% das operações são feitas com robôs.

A TradeMachine foi criada para mudar a maneira como as pessoas investem no mercado de renda variável.

Acreditamos que o investimento automatizado pode ajudar os nossos clientes a realizar seus objetivos financeiros.

Leia também:

Categorias: Mercado

Posts relacionados

Imagem post - Entenda como as crises afetam o comportamento dos investidores

As crises podem servir como uma grande lição para nossas atitudes no presente. Ao pensarmos em 2008, por exemplo, crise que resultou na diminuição de patrimônio, renda e oferta de Leia mais...

Imagem post - Giro Semanal – 26/10/20

Fique com o Giro Semanal - 26/10/20 e se mantenha atualizado.

Ibovespa fecha em alta

Leia mais...

Imagem post - TradeMachine e Terra Investimentos: Uma parceria acima da média

Com o objetivo de popularizar a metodologia quantitativa de investimentos no Brasil, TradeMachine e Terra Investimentos fecham parceria 

Leia mais...