Perfil de Investidor

Publicado por trademachine em novembro 6, 2018

Quando o investidor aprofunda suas pesquisas sobre como otimizar os seus rendimentos, o termo “PERFIL DE INVESTIDOR” surge algumas vezes. Isso porque, em poucas palavras, definir o perfil de investidor é definir o rol de produtos e formas de realizar um investimento.

Esse enquadramento, que gira entre perfil conservador, moderado e agressivo, existe para nos ajudar nas escolhas dos investimentos. Ajuda também na definição de quanto colocar de capital em cada classe de produto. Afinal, está ligado a forma de se operar – com mais ou com menos risco.

Sabe-se que cada pessoa tem uma necessidade diferente. Assim como sua relação com o capital, aceitando maior ou menor tipo de risco para buscar rentabilidade. E no mundo dos investimentos há uma boa notícia: existem produtos que atendem a todos os tipos perfis.

O primeiro passo é de classificar o seu perfil, saber se você é um investidor conservador, moderado e agressivo.

Normalmente, os investidores mais experientes são considerados agressivos, ao passo que os menos experientes, ou os que não aceitam perder o seu capital – ou parcela mínima do seu capital – são os mais conservadores. Obviamente, os moderados estão no meio do caminho.

Quais são os investimentos para cada tipo de perfil de investidor?

Perfil de Investidor Conservador

Um investidor com o perfil conservador tem como ponto principal em suas aplicações a segurança.

Sendo conservador, você pode, por exemplo, investir uma parte pequena dos seus recursos em Renda Variável (normalmente de maneira fundamentalista) mantendo um alto percentual em Renda Fixa. A maioria, diga-se, mantém 100% dos seus investimentos em Renda Fixa.

Perfil de Investidor Moderado 

É o investidor que gosta de segurança da renda fixa, mas também quer a rentabilidade da renda variável. Mantém grande parte de seus investimentos em renda fixa. Porém busca Fundos de Investimentos que tenham menor taxa de administração e ganhos mais expressivos.

Busca produtos alternativos, investe mais em crédito, ações, fundos de ações, muitas vezes até os que trabalham no mercado especulativo, com risco médio e aceitável.

Considerando esse perfil, a maior parte dos recursos são aplicados em Fundos de Investimento com risco mínimo ou moderado. Exemplos são Fundos de Renda Fixa, Fundos Balanceados, Fundos de Crédito e até alguns Fundos de ações. Por fim, é um perfil que busca otimização de ganhos e riscos.

Tende a alocar parcela do seu patrimônio em produtos híbridos como o COE (Certificado de Operações Estruturadas), além de algum capital para especulação: operações na Bolsa e Carteiras Recomendadas.

Perfil de Investidor Agressivo

É aquele perfil de investidor que busca a alta rentabilidade e, portanto, está diretamente ligado à Renda Variável.

Isso porque esse mercado oferece oportunidades reais de ganho no curto, médio e longo prazo.

Esse perfil tem disposição para suportar riscos, aceita que pode perder o capital investido em busca de resultados melhores. Entende de forma fundamental sobre o custo de oportunidade.

Importante frisar, contudo, que Investidores com o perfil agressivo não colocam a totalidade de seus investimentos sob risco. Esse perfil conserva uma boa fatia de seus recursos em renda fixa, para a proteção do patrimônio. Busca manter grande parte de seu capital alocado de maneira segura e outra parte em grandes possibilidades de lucro. Otimiza, deste modo, toda a sua carteira de investimento.


Nota: não é comum, para nenhum dos perfis, investir toda sua carteira em renda variável.

Hoje existem automações para qualquer perfil investidor. Mesmo que conservador ele pode optar por investir seu capital por meio de um ROBÔ ADVISOR. Ou mesmo via automações que operam no mercado de Renda Variável, mas com baixíssima frequência de operação e baixo capital de margem.

Além disso, para quem quer aumentar seu número de operações em Bolsa, com daytrade e swingtrade, pode-se optar pelos ROBÔS TRADERS. Eles possuem muitas estratégias diferentes e conseguem atender, de maneira simples e fácil, vários investidores interessados em ingressar nesse mercado. Inclusive os mais experientes.

Leia mais: O que é e Como Funciona um Robô Trader

O importante, no final, é o investidor saber identificar o seu próprio perfil e o que deseja ter de ganhos e sua aceitação ao risco.

Caso queira saber mais sobre esse assunto e se há um ROBÔ ideal para o que você busca agora, fale com um de nossos consultorese te ajudaremos nessa escolha.

Categorias: Dicas

Posts relacionados

Imagem post - Como os vieses cognitivos podem atrapalhar seus investimentos

No artigo de hoje, "Como os vieses cognitivos podem atrapalhar seus investimentos", vamos explicar e oferecer alguns exemplos dos vieses mais conhecidos no mundo dos inve Leia mais...

Imagem post - Giro Semanal – 19/10/20

Bem-vindos ao Giro Semanal - 19/10/20.

Vamos às últimas notícias da semana.

Leia mais...

Imagem post - TradeMachine: Uma casa de análises quantitativas

Você provavelmente já ouviu falar em casas de análise, também conhecidas como casas de research, empresas independentes que fornecem análises par Leia mais...