Por que o número de investidores na bolsa não para de crescer?

Publicado por Israel Alves em maio 29, 2020

Por que será que mesmo diante de uma crise global o número de investidores na bolsa não para de crescer?

Mesmo com toda essa volatilidade do mercado, motivada em grande parte pela epidemia do coronavírus e, no caso brasileiro, pelas tensões no cenário político, o número de investidores aumentou. 

Em dois meses, enquanto o Ibovespa caiu 22,7%, a B3 registrou o aumento de 440 mil CPFs cadastrados em corretoras, elevando o total de contas para perto de 2,4 milhões.

Somente no mês de Março, considerado atípico para o mercado financeiro, após seis circuit breakers e queda de ordem de 30%% do Ibovespa, foram registrados 300 mil novos investidores, o dobro do aumento registrado no mês anterior. 

Por que o número de investidores na bolsa não para de crescer? 

Parece que, finalmente, alguns investidores (pessoa física) aprenderam que as ações são um investimento para o longo prazo. Mas será que isso é verdade? 

Para Juliana Inhasz, coordenadora do curso de graduação em Economia do Insper, uma parte muito significativa dos novos investidores tem como foco o curto prazo. 

Assim, “em um cenário em que os retornos na renda fixa estão cada vez mais baixos, muitos que não conseguiram comprar ações antes, por conta dos preços mais elevados, têm aproveitado a queda para dar o pontapé inicial”, diz. 

Para ela, “Muita gente olha para a Bolsa, vê que está barata e acredita que o tombo é temporário e que, assim que as coisas voltarem ao normal, as empresas vão reagir e as ações, subir.”

Segundo ela, o movimento de entrada era esperado – dado o cenário da Selic (taxa básica de juros) no menor patamar histórico –, mas é preocupante, devido ao período de forte volatilidade dos mercados. 

“É perigoso, porque estamos falando de um investidor que não conhece muito as regras do jogo, não sabe como o cenário macro pode influenciar as empresas, e acaba entrando em uma companhia como Petrobras achando que nunca vai ter perdas.”

Como lidar com a volatilidade do mercado? 

Nós, da TradeMachine, já estamos acostumados ao cenário turbulento do mercado financeiro. Mas muitos investidores ainda enfrentam grandes problemas ao começar a investir no mercado de renda variável.

A razão pela qual muitos investidores se desesperam pode ser explicada a partir de muitos fatores. Um dos mais comuns diz respeito ao lado emocional. O mercado de ações não é para qualquer um. Para começar a operar, é preciso ter paciência. 

E é justamente neste ponto que a maioria dos investidores acaba pecando. Porém, existem maneiras de investir de maneira racional, calculada e inteligente. Como? Com a ajuda da tecnologia, claro.

Em países como os Estados Unidos, 70% dos investimentos são automatizados. Isso significa que a maior parte dos investidores americanos já percebeu o potencial de ganho que só a tecnologia é capaz de proporcionar. 

É por isso que nós existimos: para abrir as portas do mercado de renda variável no Brasil a partir dos nossos investimentos automatizados e quantitativos. 

Nossos algoritmos não operam sob pressão, eles foram desenvolvidos para tentar compreender o movimento do mercado de maneira estatística e racional, levando em consideração milhares de dados ao mesmo tempo, algo que um investidor comum nunca poderia alcançar.

Conte com a nossa ajuda para investir

Com a ajuda da TradeMachine, você poderá ir mais longe e se tornar um investidor acima da média. Assim, você só vai precisar se preocupar com uma coisa: acompanhar os seus resultados em nossa plataforma de investimentos.

Falar com um consultor

Categorias: Mercado

Posts relacionados

Imagem post - Como os vieses cognitivos podem atrapalhar seus investimentos

No artigo de hoje, "Como os vieses cognitivos podem atrapalhar seus investimentos", vamos explicar e oferecer alguns exemplos dos vieses mais conhecidos no mundo dos inve Leia mais...

Imagem post - Giro Semanal – 19/10/20

Bem-vindos ao Giro Semanal - 19/10/20.

Vamos às últimas notícias da semana.

Leia mais...

Imagem post - TradeMachine: Uma casa de análises quantitativas

Você provavelmente já ouviu falar em casas de análise, também conhecidas como casas de research, empresas independentes que fornecem análises par Leia mais...